Fatos e estatísticas sobre a reciclagem de plástico - Recicla Sampa
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Compartilhar - WhatsApp Compartilhar - Facebook Compartilhar - Twitter Compartilhar - Linkedin

Fatos e estatísticas sobre a reciclagem de plástico

28 de Julho de 2022,15h00

Foto1
Aumentar o volume da reciclagem de plástico é um dos grandes desafios século XXI. Foto: @role_sp

Os plásticos como conhecemos, um subproduto da extração de combustíveis fósseis, foram criados há pouco mais de um século. Mas a produção e o desenvolvimento de milhares de novos produtos e embalagens plásticas ganharam um primeiro impulso após o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Desde então, os plásticos revolucionaram a medicina, tornaram as viagens espaciais possíveis, iluminaram o caminho de automóveis e aviões, e salvaram milhões de vidas com capacetes, incubadoras e equipamentos para o armazenamento de água potável, transformando a era moderna de tal forma que a vida sem eles seria atualmente impensável e irreconhecível.

As conveniências e comodidades que os plásticos oferecem, no entanto, levaram à uma cultura do “consumir e descartar” que acabou por revelar uma face oculta e perigosa do seu ciclo de existência.

Muitos desses produtos, como sacolas, embalagens de alimentos e itens de uso único (copos, talheres), têm vida útil de horas, algumas vezes de alguns minutos, mas podem demorar séculos para se decompor no meio ambiente e têm baixíssima reciclabilidade.

Ou seja, apesar de serem recicláveis na teoria, na prática não interessam para o mercado da reciclagem e acabam sempre nos aterros sanitários, isso quando não são descartados incorretamente no meio ambiente.

Reciclagem de plástico no mundo

A reciclagem de plástico é um dos grandes desafios do século XXI. Ao contrário do vidro e do metal, o plástico não pode ser reciclado repetidamente sem se degradar rapidamente e perder qualidade.

Um estudo divulgado recentemente pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) apontou que apenas 9% dos 353 milhões de toneladas de resíduos plásticos foram reciclados em 2019 no mundo.

Ainda de acordo com os dados da mesma pesquisa, das 460 milhões de toneladas produzidas em 2019, 353 milhões acabaram nos aterros sanitários ou na natureza. Segundo a OCDE, entre 75 e 199 milhões de toneladas de plástico estão atualmente nos oceanos do planeta.

Reciclagem de plástico no Brasil

A Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST) informa que o índice de reciclagem mecânica dos plásticos pós-consumo ficou em 23,1% no último levantamento realizado no Brasil em 2020.

Esse número é calculado dividindo a quantidade de plástico pós-consumo reciclado pelo volume de plástico pós-consumo de vida curta gerado.

Pacto global do lixo plástico

No último mês de março, representantes de 175 nações reunidos na Assembleia da ONU para o Meio Ambiente concordaram em começar a escrever um tratado global para tentar conter a poluição por resíduos plásticos.

Tudo indica que será um documento amplo e juridicamente vinculativo, que não se restringiria apenas a promover a reciclagem e a coleta do que já existe de lixo plástico no mundo, mas também incluiria restrições à sua fabricação.

Ícone - Carta

Receba nosso conteúdo


Últimas

Notícias

Com alta reciclabilidade, cobre é um resíduo valioso

Furto de cabos de semáforos na cidade de SP subiu 47% no primeiro semestre de 2022

03/08/2022
Notícias

Saiba como descartar o lixo de forma correta

É muito fácil separar os diferentes tipos de resíduos e começar a reciclar

02/08/2022
Notícias

Comissão da Câmara debate reciclagem de carros velhos no Brasil

Apenas 1,5% do carros velhos são reciclados no país; na Europa, índice chega a 85%

01/08/2022
Notícias

Maior parte do plástico de delivery não é reciclada, revela estudo

Dados inéditos indicam aumento de 46% de plástico enviado nos pedidos

29/07/2022