Jovens criam horta inteligente que só precisa ser regada a cada 25 dias

03/12/2020

Imagem - Produto funciona como uma caixa com furos que comportam cápsulas removíveis com solo preparado para o desenvolvimento de sementes. Foto: Divulgação/Brota

Produto funciona como uma caixa com furos que comportam cápsulas removíveis com solo preparado para o desenvolvimento de sementes. Foto: Divulgação/Brota

Nessa pandemia, muitas pessoas aproveitaram o isolamento social para montar sua própria horta caseira. Para se ter uma ideia da popularidade, mais de 320 mil pessoas marcaram #hortaemcasa no Instagram, nos últimos tempos.

Para quem ainda não tem a prática de fazer um canteiro em casa, os empreendedores cariocas Rodrigo Farina, Juan Correa e Bruno Arouca, todos com 22 anos, criaram a Brota, a qual intitulam como a primeira horta residencial inteligente do Brasil.

O produto é uma espécie de caixa, com furos no meio. Dentro de cada um, há capsulas removíveis que contêm um solo preparado especialmente para o crescimento da semente (que já é vendida e está dentro da terra). O consumidor precisa apenas abastecer com água um reservatório contido no produto a cada 25 dias e a planta começará a surgir, sem preocupações ou riscos de perder a plantação.

As plantas crescem devido a um sistema autônomo de irrigação da horta que envia água e nutrientes a cada cápsula, no tempo e quantidades ideais para cada espécie plantada, facilitando a vida daqueles que são leigos e querem uma horta em casa.

Hoje, a startup disponibiliza 11 opções de produtos, entre elas espécies para cultivo de: camomila-húngara, alface baby leaf e coentro português. Caso o consumidor tenha dúvidas, o cliente conta com a ajuda de "biólogos online" por meio de whatsapp, e-mail, telefone ou instagram. Eles auxiliam a pessoa em qualquer etapa do processo.

O objetivo da empresa é incentivar o interesse das pessoas para uma vida mais sustentável e com mais saúde. De acordo com um estudo feito pela própria startup, mostra que 74% dos entrevistados gostariam de ter uma horta em casa, mas não a cultivam por algumas razões:

- Cerca de 72% das pessoas disseram que não têm tempo durante o dia a dia para manter uma horta;

- Aproximadamente 69% dos entrevistados falaram que não possuem nenhum conhecimento sobre plantas;

- Cerca de 59% disseram que não plantam por falta de espaço em suas casas.

“A tecnologia embarcada no produto e nos insumos permite colocarmos em prática o propósito de sermos sustentáveis. Acreditamos que esse seja um diferencial da Brota e algo que acreditamos ser essencial para fazermos parte da vida das pessoas daqui em diante”, afirma Rodrigo Farina, CEO da startup em entrevista a um portal ambiental.

Além disso, o produto foi fabricado com elementos naturais, orgânicos e sem agrotóxicos. As cápsulas são todas reutilizáveis, ou seja, se o cliente quiser realizar a troca é possível aproveitar a embalagem e substituir apenas o interior, com a terra e as sementes.

“Acreditamos que ter uma horta em casa traz diversos benefícios físicos, psicológicos e e para uma nova consciência sobre o estilo de vida mais saudável que todos devemos buscar de alguma forma. Enxergamos uma oportunidade de começar essa jornada de conscientização por meio de uma horta que se adequada ao modo de vida das capitais, para quem não tem tempo ou conhecimento para mantê-la”, disse o CEO da Brota, Rodrigo Farina a um portal de notícias ambientais.

Para mais informações basta acessar o site da empresa ou entrar em suas redes sociais: Instagram e o Facebook.

Fonte: Tem Sustentável

Texto produzido em 03/09/2020

 

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados