Nestlé doa triciclos elétricos para catadores em São Paulo

11/08/2020

Imagem - Trabalhadores ganharam kit de proteção contra o Coronavírus. Foto: Divulgação

Trabalhadores ganharam kit de proteção contra o Coronavírus. Foto: Divulgação

A multinacional de bebidas e alimentos, Nestlé, anunciou que doará quatro unidades de triciclos elétricos para catadores de materiais recicláveis de São Paulo que atuam por meio do aplicativo Cataki. O modelo foi feito especialmente para essa atividade e conta com uma espécie de cesto para armazenar os recicláveis. O veículo suporta até 150 quilos de itens coletados.

O triciclo também conta com sinalizações de segurança, como buzina, retrovisor e adesivos refletores nas laterais e na traseira. Além disso, os trabalhadores utilizarão kits de segurança como capacete, luvas, camisetas, calças e coletes com faixa refletiva e terão apetrechos de prevenção contra o Coronavírus, como álcool em gel, líquido, borrifador e máscaras.

“Nesse ano, em razão do atual cenário e da inviabilidade de promover alguma ação na rua para marcar a data, a decisão foi fortalecer os catadores, que são os responsáveis pela coleta na cidade, onde começa a conscientização em prol do meio ambiente e da proteção dos oceanos. Essa doação dos primeiros triciclos antecede um projeto maior para mudar a realidade dos catadores de recicláveis”, diz Taissara Martins, gerente de Criação de Valor Compartilhado da Nestlé Brasil.

Além dessa ação, a empresa divulgou também que iniciará um projeto chamado "Carroças do Futuro", feito em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), com o Pimp My Carroça e Instituto Clima e Sociedade. A parceria visa criar outro triciclo especial para os catadores, com uso de energia renovável, com baixo custo e com escala de trabalho, para prevenir e diminuir os problemas de saúde desses colaboradores. Um outro protótipo movido a energia solar e motor elétrico também está sendo desenvolvido. Ambos serão entregues até o fim de 2020.

“Os catadores coletam cerca de 90% de tudo que é reciclado no Brasil e precisamos cuidar para que trabalhem em condições melhores. Essa doação de hoje é um passo importante para um projeto muito mais amplo que pode mudar a realidade dos catadores nas ruas e, com isso, beneficiar toda a sociedade, pois temos um papel primordial na questão ambiental”, diz Mundano, fundador do Pimp My Carroça.

Fonte: The Greenest Post

Texto produzido em 28/07/2020

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados