A cada cinco embalagens vazias, Natura presenteia cliente com novo produto

11/09/2020

Imagem - Os materiais coletados serão transformados em vasos de plantas, cones de trânsito, caixas para legumes e vegetais, entre outros itens. Foto: Divulgação

Os materiais coletados serão transformados em vasos de plantas, cones de trânsito, caixas para legumes e vegetais, entre outros itens. Foto: Divulgação

A Natura e a The Body Shop, marca de cosméticos adquirida pela multinacional brasileira, lançaram no final de agosto um programa de logística reversa em suas lojas. A cada cinco embalagens vazias das marcas, os clientes ganham um novo produto como recompensa.

Os estabelecimentos Natura receberão qualquer embalagem das quatro marcas do grupo que são: Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A ação é uma parceria com a empresa de logística reversa TerraCycle, especializada em soluções de reciclagem em vários países. Amostras e frascos em miniatura não fazem parte da iniciativa.

A ideia é um investimento do grupo Natura &CO e não gera receita para a multinacional. A Terracycle será responsável por recolher todos os produtos usados e os destinar para o processo de reciclagem. Os materiais serão transformados em vasos de plantas, cones de trânsito, caixas para legumes e vegetais, entre outros itens.

A diretora global de sustentabilidade da Natura, Denise Hills, lembra que a companhia já usa plástico reciclado e biodegradável em sua produção. Ela explica que essa nova iniciativa é mais uma forma de integrar o cliente aos valores da empresa, sem o foco de gerar receita direta.

"Temos o desafio de fazer a logística reversa em larga escala", disse ao Uol.

De acordo com o coordenador do MBA em gestão empresarial da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Ricardo Teixeira, o grande desafio da logística reversa é tornar-se financeiramente viável por meio da grande escala. "Existe o ganho de imagem para a marca, mas isso não é mensurável em termos financeiros. Hoje, a única maneira de tornar esse processo rentável é a escala", explicou também ao site de notícias.

A vice-presidente de varejo da Natura &Co, Paula Andrade, disse que a companhia investiu na estrutura para comunicar a ação e receber as embalagens, mas que, mesmo sem uma iniciativa clara, as lojas físicas já recebiam os produtos vazios levados pelos consumidores e os destinavam para a reciclagem.

Texto produzido em 28/08/2020

Fonte: Natura e Uol

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados