Recicla Sampa - Morador de São Paulo que jogar cigarro na rua poderá pagar multa
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Morador de São Paulo que jogar cigarro na rua poderá pagar multa

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Na cidade de São Paulo, são descartadas cerca de 34 milhões de bitucas de cigarro diariamente nas ruas. Foto: Freepik

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou em primeira votação o projeto de lei (PL) que pretende multar em até 500 reais o morador que jogar bitucas de cigarros nas ruas e calçadas da capital paulista.

Para entrar em vigor, o PL ainda precisa ser aprovado em segunda votação e, posteriormente, ser sancionado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB). A iniciativa é do vereador Rinaldi Digilio (PSL). O político ressaltou que a poluição no município se dá em razão do descarte incorreto das pontas de cigarro. Nesses tempos de pandemia, ele disse que jogar no chão é ainda mais perigoso, pois há a possibilidade de transmissão do Coronavírus por meio da saliva.

“As bitucas são hoje os itens mais varridos da nossa cidade. E, pior do que isso, cada uma demora uma década para se decompor. Jogar no chão é algo cultural, nem se entende aquilo como lixo. Mesmo a cidade tendo 100 mil lixeiras, as bitucas acabam indo parar no chão. Somente com a multa é possível mudar essa irresponsabilidade do descarte. Sem contar que, durante a pandemia, existe mais risco, uma vez que quem entrar em contato com o cigarro usado pode estar exposto ao contágio do vírus”, explicou ao jornal Agora.

De acordo com informações de 2014 da ONG Rede Papel Bituca, na cidade de São Paulo, são descartadas cerca de 34 milhões de bitucas de cigarro diariamente nas ruas. Para se ter uma ideia, a quantidade é equivalente a 1,7 milhões de maços que poderiam preencher um espaço de um apartamento de 70 metros quadrados.

O cigarro é considerado um material de difícil reciclagem, pois possui um filtro de acetato de celulose que não é biodegradável e pode demorar até 10 anos para se decompor.

Se o projeto for sancionado, os valores arrecadados com as multas serão destinados ao Fundo Municipal de Limpeza Urbana.

Fonte: Agora São Paulo

Texto produzido em 14/07/2020


Últimas

Dicas de Reciclagem

Como a reciclagem do lixo ajuda o meio ambiente

Entenda por que separar corretamente o lixo reciclável contribui para um mundo sustentável

27/02/2024
Notícias

Assembleia da ONU para o Meio Ambiente começa no Quênia

Encontro busca definir prioridades e desenvolver legislação ambiental internacional

26/02/2024
Notícias

Indicadores da coleta de lixo melhoram no Brasil, indica Censo

Com 99% da população atendida, São Paulo e outras capitais lideram ranking brasileiro

23/02/2024
Notícias

Um caminhão de roupas é descartado por segundo no mundo

Indústria da moda é responsável por 10% das emissões de gases do efeito estufa

22/02/2024