Recicla Sampa - Empresa multinacional destina zero resíduos para aterros no Brasil
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Empresa multinacional destina zero resíduos para aterros no Brasil

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Não enviar nenhum tipo de material a aterros é um dos objetivos das metas globais de sustentabilidade da empresa. Foto: Divulgação

Todas as fábricas de produção da Kimberly-Clark, multinacional norte-americana de produtos para cuidados pessoais e bem-estar, conseguiram conquistar o objetivo de se tornarem "Aterro Zero", ou seja não enviam nenhum tipo de resíduos aos aterros sanitários do país.

Todos os materiais são reaproveitados, sem necessidade que os rejeitos sejam enviados aos aterros. Para acompanhar a evolução dessa iniciativa, a empresa criou um índice de valorização de resíduos, o IVR, que tem como meta mensurar os esforços e acompanhar o gerenciamento dos itens considerados resíduos e o seu impacto financeiro na operação.

“Como resultado destes esforços, desde 2015, a gestão de resíduos gerou uma receita líquida (saldo entre despesas e receitas) acumulada até 2019 de mais de R$ 7 milhões. Em 2014, quando se iniciou este trabalho, o saldo era negativo de R$1,7 milhão”, conta o gerente de meio ambiente da Kimberly-Clark Brasil, Jorge Colla.

Não enviar nenhum tipo de material a aterros é um dos objetivos das metas globais de sustentabilidade da empresa. No Brasil, essa meta acontece desde 2016 e, em 2020, ao conseguir se tornar "Aterro Zero", a multinacional americana antecipou em dois anos seu objetivo.

Exemplos

As ações de reaproveitamento de resíduos foram feitas por parceiros especializados e implementadas pela Kimberly-Clark. Veja alguns exemplos do que foi implantando na empresa:

- A polpa de celulose descartada no processo de fabricação se transformou em tapetes higiênicos para animais de estimação e em varetas de soldas;

- O plástico que sobra da produção é destinado para a fabricação de vassouras, pás e cabides;

- Vidro, metal, papel e papelão também são reciclados, assim como os resíduos de produção de fraldas que podem virar desde madeira plástica até combustível.

Consumidor

Os resíduos dos consumidores não foram esquecidos. A empresa participa de um programa chamado "De a Mão Para o Futuro - Reciclagem, Trabalho e Renda", coordenado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC). A iniciativa tem como meta a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos e atua apoiando redes e cooperativas de catadores de materiais recicláveis.

Fonte: Ciclo Vivo

Texto produzido em 17/11/2020


Últimas

Dicas de Reciclagem

Brasil produz 2,4 milhões de toneladas de eletrolixo por ano

Entenda o que é saiba onde descartar lixo eletrônico na cidade de São Paulo

18/06/2024
Notícias

São Paulo lança programa para melhorar gestão de resíduos

Projeto busca modernizar infraestrutura de tratamento e destinação do lixo no estado

17/06/2024
Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024