Carrefour transforma restos de alimentos em composto orgânico

20/08/2020

Imagem - O produto foi lançado antes da quarentena. Foto: Ciclo Vivo

O produto foi lançado antes da quarentena. Foto: Ciclo Vivo

A rede de varejos francesa Carrefour passará a coletar os resíduos alimentares gerados nas 48 lojas do país a fim de que se tornem composto orgânico, uma espécie de adubo para o solo e plantas.

A ação tem o objetivo de compostar (processo que transforma restos de alimentos em adubo) de 350 a 400 toneladas de frutas, legumes, verduras, ovos e sobras do setor da peixaria e da padaria.

O composto orgânico será vendido em pacotes de cinco quilos em quase todas as unidades da rede, com exceção dos estados do Ceará e Amazonas.

O processo de coletar os alimentos, compostar e embalar leva cerca de 120 dias. Este primeiro ciclo já conseguiu produzir em torno de 80 mil unidades de matéria-prima orgânica, de acordo com Lucio Vicente, head de Sustentabilidade do Grupo Carrefour Brasil.

O profissional explica que a compostagem é a última etapa do processo da economia circular, que visa o reaproveitamento dos produtos e os coloca de volta ao mercado consumidor, gerando menos impacto ambiental. “Alimentos próximos do vencimento são vendidos com até 50% de desconto nas gôndolas. Se não houver o consumo, são destinados primeiro a banco de alimentos, em seguida a empresas que produzem alimentação animal e, por último, a compostagem”, disse em entrevista ao Globo Rural.

O produto foi lançado antes da quarentena e Vicente revela que o composto tem demonstrado boa aceitação dos consumidores, principalmente porque o público, ultimamente com o isolamento social, está mais interessado em cultivar hortas, flores e plantas em casa.

“Nós acreditamos que a migração do trabalho para casa pode potencializar as vendas, mas não foi o principal fator de lançamento. Porém, faz total sentido ter esse apelo no momento em que as pessoas estão com olhar mais sensível para questões ambientais”, enfatiza.

Fonte: Globo Rural

Texto produzido em 22/07/2020

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados