Conhecimento que não é compartilhado vira obesidade mental

18/12/2020

Você já ouviu falar da Geração Z, também conhecida como Gen Z, Plurais, iGeneration, Gen 2020, Centennials e Pós Millennials? São aqueles que nasceram a partir da década de 90. Essa galera já aponta como uma legião cheia de vontade de transformar a Terra em um lugar melhor. Uma pesquisa da Global da Masdar, empresa de energia do futuro, realizada com 5 mil jovens pós-milênio em 20 países do Oriente Médio, África, Américas, Europa e Ásia mostra que cerca de 40% dos entrevistados citaram a emergência climática como uma das maiores preocupações, à frente da economia com 34%, do terrorismo (32%), da pobreza, da desigualdade (29%) e do desemprego (29%).

O estudo mostrou também que oito a cada dez jovens (83%) disseram que os governos precisam escutar mais o que eles têm a opinar sobre sustentabilidade. No Brasil, entre esses jovens, está Amanda Cruz, de 24 anos, embaixadora na ONU e idealizadora do Climathon Brasil, projeto que mobiliza a juventude brasileira a criar soluções positivas para o clima. Ela também é fundadora do Perifa Sustentável, iniciativa que democratiza o conhecimento sobre clima, meio ambiente e igualdade de direitos na periferia. Ela ainda milita pelo movimento negro, direito das mulheres, empoderamento juvenil e justiça climática através das redes Global Shapers Community.

Amanda é convidada do Podcast do Recicla para compartilhar suas experiências nos ativismo climático e social. No comando da nova Websérie do movimento está o apresentador Cazé Peçanha e o jornalista ambiental americano Matthew Shirts. “Participar desse projeto do Recicla é fundamental para que possamos democratizar o conhecimento e possibilitar que outras narrativas sejam escutadas”, diz.

Imagem - A jovem é categórica ao defender o debate em torno da sustentabilidade como forma de avançarmos nessas questões. Foto: Recicla Sampa

A jovem é categórica ao defender o debate em torno da sustentabilidade como forma de avançarmos nessas questões. Foto: Recicla Sampa

“Quando a gente pensa em sustentabilidade e meio ambiente, vemos que alguns setores da sociedade têm uma predominância maior nessas pautas e esses setores geralmente são da classe média e alta. É muito importante trazer outras vozes e o Recicla Sampa está fazendo isso de uma forma fundamental e maravilhosa e, de uma maneira que empodera pessoas de núcleos sociais diferentes. Então, está conseguindo democratizar as pautas socioambientais para diferentes setores da nossa sociedade”.

A jovem é categórica ao defender o debate em torno da sustentabilidade como forma de avançarmos nessas questões. “Conhecimento que não é compartilhado vira obesidade mental”. Por isso, Amanda levanta a bandeira da democratização de conteúdos ambientais e criou o projeto Perifa Sustentável. “Participei da ONU e minha maior dor foi voltar para a periferia e não poder conversar com o pessoal sobre as ações, pois não sabiam o que estava acontecendo pelo mundo. Então, tive a ideia de disseminar a informação entre os moradores”, conta.

Quer saber mais sobre as ações incríveis da Amanda? Assista ao episódio completo acima.

Veja outros nomes incríveis que o Podcast do Recicla recebeu:

- Andrea Alvares, vice-presidente de marca, inovação, internacionalização e sustentabilidade da Natura;

- Carioca, presidente da Cooperativa de Coleta Seletiva de São Paulo;

- Carlo Pereira, diretor-executivo do Pacto Global da ONU;

- Carlos Antônio, catador de resíduos da capital;               

- Luciano Loubet, promotor de Justiça (MS);

- Mateus Mendonça, sócio-diretor da consultoria Giral;

- Mundano, Criador do PIMP MY CARROÇA;

- Paulina Chamorro, jornalista ambiental;

- Paulo Artaxo, cientista, físico e professor da USP;

- Ricardo Abramovay, professor de Filosofia da USP;

- Suzana Kahn, professora de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Texto produzido em 17/12/2020

Tags: entrevistas, matérias, vídeos
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados